1070x120

Denise (MT), 13 de dezembro de 2019 - 07:14

? ºC Denise - MT

Política

13/11/2019 13:24

Mauro adianta termos da Reforma da Previdência: aposentadoria aos 65 anos e teto de R$ 5 mil

Prestes a ser finalizada, a Reforma da Previdência de Mato Grosso estará alinhada com o texto elaborado pelo ministro Paulo Guedes e que está sob análise do Congresso. De acordo com o governador Mauro Mendes (DEM), a proposta que será encaminhada a Assembleia Legislativa nos próximos dias deverá prever idade mínima de 65 anos e um teto semelhante ao do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de R$ 5 mil para todos os servidores.

“Nós precisamos dar aos servidores de Mato Grosso os mesmos direitos e deveres que têm o trabalhador federal e da iniciativa privada. Vai ter que chegar aos 65 anos de idade, com teto de pouco mais de 5 mil, porque aqui todos se aposentam com o salário. Mais de 2 mil pessoas se aposentam aqui com salário em torno de 30 mil. Então, é uma diferença muito grande e nós vamos abrir esse debate nas próximas semanas com a Assembleia Legislativa, para que possamos corrigir essas distorções”, disse o governador, em entrevista na manhã desta segunda-feira (11).
No início da semana passada, o governador havia citado um prejuízo mensal de R$ 115 milhões, além de servidores se aposentando com salários integrais aos 45 anos de idade. Um levantamento feito pelo MT Prev no início do ano apontou que o déficit previdenciário do Estado pelos próximos 35 anos é de R$ 57 bilhões. O valor corresponde a parte da projeção atuarial da previdência de todos os Poderes.
"O último relatório que recebi do sistema previdenciário do mês de julho, mostrava um prejuízo mensal de R$ 115 milhões com a previdência. Esse dinheiro sai da conta de energia elétrica, sai do ICMS do combustível, sai dos impostos que o cidadão paga... Cada vez mais eu vejo servidores aposentando com salário integral, o que não acontece na iniciativa privada, com salários acima do mercado e muitos aposentando com 45, 48 ou 50 anos de idade. Até quando Mato Grosso vai aguentar?”, questionou o governador, na ocasião, garantindo que até o início de 2020 o projeto será encaminhado para o Legislativo.

 

 

 

 

 

Fonte: Olhar Direto


1070x100

Click Denise

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Denise- MT

Contato

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo