Superbom final

Denise (MT), 18 de agosto de 2019 - 22:20

? ºC Denise - MT

Política

02/08/2019 10:13

Bezerra e mais 16 tem sigilo bancário quebrado pelo STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a quebra de sigilo fiscal e bancário do deputado federal Carlos Bezerra (MDB), que é investigado pela Polícia Federal por um suposto desvio de dinheiro público, nas obras de ampliação e pavimentação do aeroporto de Rondonópolis (218 km de Cuiabá).

A quebra de sigilo também envolve mais 16 empresas e figuras públicas que foram citadas em delação do ex-governador Silval Barbosa, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

 

A quebra de sigilo foi citada em um inquérito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Na petição, que corre em segredo de justiça, ela destaca que muitos fatos ainda demandam de esclarecimentos e que a quebra dos sigilos deve fazer com que as investigações se aprofundem nos fatos revelados pelos colaboradores na delação premiada.

 

Além de Silval, também fechou acordo no STF o ex-secretário de Estado Sílvio Cezar Correa Araújo.

 

Dodge também deu mais 60 dias de prazo - contados a partir de 23 de julho - para que a PF conclua as diligências contra Bezerra e outros investigados.

 

Ressalta que a prorrogação do prazo é importante para "a implementação das medidas instrutórias faltantes acima especificadas, essenciais para os futuros encaminhamentos da investigação, entre outras reputadas úteis à elucidação dos fatos”.

 

Procedimento foi solicitado pela Polícia Federal e revelado em inquérito da procuradora-geral da República, Raquel Dodge

Lembrou que as obras do aeroporto de Rondonópolis - principal objeto das investigações - foram orçadas em R$ 20, 8 milhões e que o inquérito aponta sobrepreço na construção de R$ 3, 6 milhões.

 

Nessa lógica acrescentou que a quebra do sigilo bancário de Bezerra é importante para confirmar as declarações de Silval, que em delação premiada, disse que o deputado federal teria feito empréstimo ilegal em 2010 e depois quitado o valor entre 2011 e 2014, “por meio de recursos públicos desviados de obras realizadas no Estado de Mato Grosso, como as de ampliação e pavimentação do aeroporto de Rondonópolis/MT ”.

 

“Além das diligências indicadas como pendentes para impulsionar a marcha investigativa, também indico a oitiva dos colaboradores Silval da Cunha Barbosa e Sílvio Cezar Correa Araújo sobre os fatos por eles narrados, notadamente para que esclareçam os motivos pelos quais se mobilizaram para a concessão do empréstimo ilegal ao Deputado Federal Carlos Gomes Bezerra”, sugeriu Dodge no inquérito.

 

Além de Bezerra, tiveram os sigilos quebrados o ex-governador Silval Barbosa, o ex-procurador do Estado Francisco Lima Filho, o Chico Lima; a colaboradora Marilena Aparecida Ribeiro e de sua empresa, a Marilena Materiais para Construção Ltda.

 

Houve quebra do sigilo de Ribeiro Miguel Sutil Auto Posto Ltda., de Wanderley Torres, que é sócio da Trimec Construções; e da empresa Ensercon Engenharia Ltda., e de seus sócios-proprietários, Marcílio Ferreira Kerche e Edmar Alves Botelho.

 

Também foi quebrado o sigilo da empresa Valle Negócios Imobiliários Ltda., e do seu sócio-proprietário, Micael Heber Mateus; da empresa Vitória Materiais para Construções Ltda., do Empreendimento Comercial Vitória SPE Ltda, do Panamericano Auto Posto Cuiabá Ltda., e também da empresa Premium Negócios Imobiliários Ltda., e de Reinaldo de Toledo Maluli.

 

Outro lado

 

O Bom da Notícia ligou no celular do deputado Bezerra para saber o posicionamento do deputado sobre a quebra de seu sigilo bancário. 

Mas a ligação caiu direto na caixa-postal e até a publicação desta matéria Bezerra não retornou a ligação para comentar o assunto.

OB OMDANOTICIA

o


Fb img 1544175875577Img 20190104 wa001820190116 100549Superbom estatico
Superbom final

Click Denise

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Denise- MT

Contato

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo