Denise (MT), 10 de abril de 2020 - 16:16

? ºC Denise - MT

Agenda de Eventos

25/11/2018 01:36

Imprensa aponta interdição do Monumental, mas Conmebol se diz otimista para final neste domingo

O Monumental de Núñez, palco da segunda partida da final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors, está interditado, é o que informa a imprensa argentina. A prefeitura de Buenos Aires teria decidido impedir o estádio de receber o confronto por conta da superlotação e da obstrução de algumas saídas na confusão ocorrida neste sábado. A Conmebol, entretanto, diz ter garantias que o local estará habilitado para a realização da decisão neste domingo, às 18h (de Brasília). O SporTV transmite ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.- Quero esclarecer que Angelici (presidente do Boca Juniors) foi muito claro e me disse que não iria pedir os pontos (do jogo). O Boca quer ganhar no campo. Tenho um documento assinado por todas as partes que diz que amanhã jogarão. Me garantem que o estádio estará habilitado, e para nós o jogo começará às 17h (horário local) - disse Alejandro Domínguez, presidente da confederação sul-americano, à "Fox Sports".O Monumental de Núñez, palco da segunda partida da final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors, está interditado, é o que informa a imprensa argentina. A prefeitura de Buenos Aires teria decidido impedir o estádio de receber o confronto por conta da superlotação e da obstrução de algumas saídas na confusão ocorrida neste sábado. A Conmebol, entretanto, diz ter garantias que o local estará habilitado para a realização da decisão neste domingo, às 18h (de Brasília). O SporTV transmite ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real.- Quero esclarecer que Angelici (presidente do Boca Juniors) foi muito claro e me disse que não iria pedir os pontos (do jogo). O Boca quer ganhar no campo. Tenho um documento assinado por todas as partes que diz que amanhã jogarão. Me garantem que o estádio estará habilitado, e para nós o jogo começará às 17h (horário local) - disse Alejandro Domínguez, presidente da confederação sul-americano, à "Fox Sports".
A interdição teria sido anunciada por Ricardo Raúl Pedace, diretor da Agência Governamental de Controle do Governo da Cidade de Buenos Aires, em entrevista à "Tyc Sports". Ainda segundo a imprensa, o River poderia regularizar a situação do Monumental pagando uma multa - de valor não divulgado - à prefeitura.


1070x100

Click Denise

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Denise- MT

Contato

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo