Denise (MT), 30 de março de 2020 - 09:57

? ºC Denise - MT

Acontecimentos

21/02/2020 19:50 olivre.com.br

Sérgio Ricardo também firma delação e primeira investigação já está na 7ª Vara de Cuiabá

De acordo com o jornal A Gazeta, o conselheiro afastado sabia que eram quase nulas suas chances de voltar ao cargo

 

Afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) desde bem antes da Operação Malebolge, que tirou outros quatro conselheiros de seus cargos, Sérgio Ricardo firmou acordo de colaboração premiada junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Além de ter sido acusado – junto com Antonio Joaquim, José Carlos Novelli, Valter Albano e Valdir Teis – de cobrar propina para julgar processos em favor do governo Silval Barbosa no TCE, já pesava contra ele uma denúncia da época ainda da Operação Ararath: a compra da vaga que ele ocupava na Corte.

Segundo A Gazeta, a delação de Sérgio Ricardo já foi homologada e, inclusive, investigações já tiveram início a partir dela. A primeira foi encaminhada à 7ª Vara Criminal de Cuiabá na segunda-feira (17) e classificada como “urgente”.

Ainda de acordo com o jornal, a delação do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), José Riva, teria contribuído com a decisão de Sérgio Ricardo de também firmar um acordo com a Justiça.

Além de o ex-deputado ser apontado como um dos envolvidos na suposta compra da vaga de Sérgio Ricardo no TCE, o conselheiro afastado foi membro da Mesa Diretora da ALMT durante parte dos 20 anos em que Riva esteve no comando do Parlamento. Dessa forma, é possível que esteja entre os 38 deputados que o ex-presidente entregou ao Tribunal de Justiça.


1070x100

Click Denise

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Denise- MT

Contato

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo